menu
telefones
whatsapp
whatsapp
menu

São José dos Campos

(12) 3903-9400

(12) 98110-0665

Vale do Paraíba
(12) 98110-0665

Região Campinas / Sorocaba
(19) 99600-8565

Três Lagoas - MS
(67) 99878-9400

X

Os Guindastes: Autopropelido

Continuando #conheçanossosguindastes vamos falar sobre o guindaste autopropelido.

Dando continuidade à série de textos sobre a movimentação de carga e guindastes, falaremos sobre o guindaste AUTOPROPELIDO ou RT.

A abreviação RT vem do termo em inglês rough terrain ou terreno acidentado. Esses equipamentos possuem o diferencial de operarem em terrenos irregulares com agilidade, pois possuem uma única cabine, de onde o operador movimenta o guindaste e também realiza o patolamento e a operação para a qual foi designado a realizar. Esses são os aspectos práticos que denotam aos autopropelidos a fama de ágeis. Além de ágeis, os guindastes autopropelidos precisam de uma pequena área para o patolamento, ou seja, se há restrição de espaço, tornam-se as melhores pções.

As situações reais de operações em que os autopropelidos despontam em produtividade são em início de obras de construção. Ao imaginarmos áreas onde se levantarão prédios, indústrias, etc, pensamos imediatamente em espaços livres mas, na verdade, existem nesse momento diversas obras de base acontecendo: desde obras fluviais até preparações de montagens estruturais. Pronto! Aquele espaço todo, já foi mapeado e está sendo compartilhado pelas diversas especialidades típicas de começo de obras civis. Agora fica mais fácil juntar os diferenciais de pneus próprios para terrenos irregulares, a pequena área para patolamento, e entender porque o guindaste autopropelido é o mais indicado para esse tipo de trabalho!

Aqui na Cunzolo temos 4 modelos diferentes de guindastes autopropelidos: RT 530, RT 540, GR 300 e o Linkbelt RTC 8065

A foto que ilustra esse post é de uma operação que ocorreu em um dos nossos clientes, em que o guindaste RT 530 realiza o içamento de hélices de ventilação com peso total de 1,2 toneladas. O raio de operação era de 16 metros com área de patolamento de 5,9m por 6,1m e a altura de trabalho atingiu 18m. Essas condições de operação, ou seja, raio, peso da peça, acessórios e posicionamento do guindaste expressaram um percentual de 59% de utilização do equipamento. Esses critérios são analisados de acordo com a tabela operacional do guindaste para que se defina esse percentual de trabalho. No caso, esse guindaste, nessas condições apontadas poderia içar uma peça de até 2,3 toneladas. Todas essas informações são traduzidas em uma operação realizada com agilidade e segurança.

Confira em nossas redes sociais os posts semanais com fotos e vídeos de nossas operações e participe enviando suas dúvidas e sugestões de temas!

Abraços da Equipe Cunzolo.

Fale Conosco

Compartilhe nas redes sociais